A Selic e a Preguiça

É cultural! Eu sempre disse isso, e parece que ninguém acredita! Que povinho preguiçoso!

O aumento da Taxa Selic para 13% acontece devido à cultura brasileira que presa pela incompetência administrativa e pelo comodismo, ao invés do verdadeiro trabalho e desenvolvimento econômico.

Segundo Henrique Meirelles, presidente do BC, a inflação está ocorrendo devido à influência do aumento internacional dos preços dos alimentos, pelo forte consumo interno e pelo aumento do crédito. Concordo com ele, mas acredito que ele tenha se esquecido de mais um fator… o mais importante talvez: o próprio governo!

O grande culpado disso, caro leitor, é o governo que, irresponsavelmente, promove uma gastança desenfreada de recursos públicos, que consequentemente aumenta a demanda, que consequentemente aumenta a inflação.

Agora, existem vários caminhos para conter a inflação:

O mais fácil é conter a consumo com a elevação da taxa de juros e, consequentemente, as empresas deixam de receber investimento e os empresários passam a investir em renda fixa, ou seja, é melhor ganhar, pelo menos, 13% sem fazer nada do que 6% ou 7% ralando feito um camelo. É o que está acontecendo! Dessa maneira produzimos menos, geramos menos empregos e desaceleramos a economia.

O mais difícil é a desoneração da carga tributária para auxiliar as empresas a investirem e produzirem mais, e também realizar a revisão dos gastos do governo. É só parar de gastar tanto, presidente! (Isso porque você nem está recolhendo a CPMF, imagina se estivesse!)

Pois bem, como bons brasileiros, os nossos ociosos governantes preferem elevar a taxa básica de juros do que conter os seus gastos, ou seja, é mais fácil continuar gastando do que trabalhar em prol de uma economia mais sólida, com ganho real.

O grande marketeiro do momento, o Sr. Luís Inácio Lula da Silva, ainda tem a pachorra de declarar:

“Não vou diminuir o consumo nesse País, porque se tem uma coisa que o povo pobre passou a vida inteira esperando era ter o direito de comer três vezes ao dia, o direito de comprar uma roupinha, e isso nós vamos garantir”.

Mas como ele está fazendo isso? Sabe como?

Como eu disse, aumentando a taxa de juros para conter a inflação. Em curto prazo, excelente, mas e em 2009? Como será? Quem é o louco que vai investir na indústria e na geração de empregos no próximo ano?

Que bando de preguiçosos! Eu sou brasileiro com muito orgulho e muito amor? Sou?

Um povo que fica deitado eternamente em berço esplêndido, vivendo de esmola do governo, o tal de Bolsa Família, e um governo que quer viver da atração de capital estrangeiro… E o trabalho?

Trabalhar que é bom, nada!

Anúncios

2 comentários

Filed under Brasil

2 responses to “A Selic e a Preguiça

  1. Carlos

    Concordo plenamente com o você, sr. Mauricio…

    É como eu digo… ” Pode aumentar a taxa de Selic? Pode, Pode !!!…. Vai dar certo? Não, não,” risos…

    Parabéns pelo texto !!!

  2. Maurício Baccarin

    Grande Carlos,

    Muito obrigado pelo comentário… rsrs… isso me lembra algum professor da FGV…hahaha!!!!

    Abraços!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s