Enquete sobre o homem processado por não engravidar a mulher do vizinho

Demetrius Soupolos e sua mulher, Traute, queriam ter uma criança, mas descobriram que Soupolos não podia ter filhos.  Por isso, resolveram contratar Maus, o vizinho, por 2 mil euros (cerca de R$ 6 mil) na esperança de que o homem casado e com dois filhos pudesse engravidar Traute.

Passados seis meses, com uma média de tentativas de três vezes por semana, Traute não engravidou. Soupolos insistiu para que Maus passasse por exames médicos. E qual não foi a surpresa de todos quando saiu o resultado dos testes: o vizinho também era estéril. Por isso, a mulher de Maus foi obrigada a admitir que as duas crianças não eram dele.

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/PlanetaBizarro

Agora, refletindo sobre essa belíssima história pergunto a você, caro leitor, qual seria a pior situação? Vamos às alternativas?

1. Ir à justiça cobrar um cara que pegou sua mulher por seis meses. (3 vezes por semana)

2. Contratar um cara para pegar sua mulher por seis meses.

3. Não conseguir cumprir com o seu trabalho, que foi exigido em contrato (verbal, talvez) e recebendo adiantado.

4. Descobrir que você é estéril enquanto tenta engravidar a mulher do vizinho, e ainda, recebendo pra isso.

5. Descobrir que os dois filhos que você tem não são seus. (Tá Maus, heim!)

6. “Cornear” o vizinho e descobrir que já foi corno, no mínimo duas vezes.

7. Admitir que “corneou” o marido depois que este “trabalhou” com a vizinha por seis meses e não finalizou o serviço.

A sua opinião é muito importante para nós! Deixe o seu voto ao comentar esta matéria. Vote! Participe! É só comentar!

Anúncios

3 comentários

Filed under Mundo

3 responses to “Enquete sobre o homem processado por não engravidar a mulher do vizinho

  1. Rib

    It is such a fucking wast of time… anyway… why that bitch just didn’t got an ‘in vitro’ baby !?… their point was only fuck fuck fuck… I don’t even know why I bother to write in here…

  2. Leandro Prado

    Acho que tudo fodeu e se fodeu, quiça logrou-se exito, na furnicação é claro, no que mais ? Se fosse mesmo pra fazer filhos que fosse por inseminação.
    Já dizia o dito popular, quando urubú tá na merda, o de baixo cága no de cima.

  3. Pedro

    Olha Baccarin, a situação é crítica.
    Mas acredito que a pior situação seja a 7. Olha só:
    Vc ter que admitir que chifrou depois de ter sido chifrada por um marido estéril é humilhante.
    Além dele não trazer dinheiro pra casa, creio que o brocha vai dar um pé na bunda dela e ela vai ter que pedir pensão pro pai da criançada… Ai caramba!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s