LG é condenada por agressão

A 1ª Vara do Trabalho de Taubaté condenou a LG Electronics a pagar indenização de cerca de R$ 700 mil por suposta agressão de um diretor da empresa contra uma funcionária da unidade, em 5 de junho de 2007.

Do total, cerca de R$ 450 mil devem ser repassados ao FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), como prevê a legislação, e o restante será pago para a funcionária. Ainda cabe recurso à decisão.

Andréa Cristina Vandalete, advogada da funcionária, afirmou que deverá recorrer da decisão por considerar o valor baixo. “A decisão da Justiça foi perfeita, mas acreditamos que o valor deve ser maior, devido ao dano moral que a agressão causou à moça”, disse.

Caso. A funcionária afirma ter sido agredida por um diretor da empresa durante a troca de turno. “Eu trabalhava na linha de celulares e estava conversando com uma amiga quando ele entrou e começou a gritar comigo em coreano. Eu não entendi nada, de repente, ele me deu um tapa nas costas. Comecei a chorar e ele continuou falando”, disse ela, que foi orientada pela advogada a manter o nome em sigilo.

Segundo ela, um colega teria presenciado o fato e pedido a um diretor brasileiro para que controlou a situação.

Ela afirma que à época trabalhava na empresa havia seis anos. Por determinação da Justiça, ela diz estar licenciada até hoje. “Espero que este caso sirva como lição e evite que outros funcionários sofram o que eu sofri”, disse ela.

Outro lado. A LG foi procurada mas informou que não se comentaria o caso.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Brasil

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s