Tag Archives: Guerra

Palestina – Pepino Histórico

Canaã na época de Abrão
Canaã na época de Abrão

Após 3 semanas de confronto entre Israel e o Hamás (Movimento de Resistência Islâmica) na Faixa de Gaza, paira a dúvida no ar: Afinal, a quem pertence a Palestina?

Vamos voltar no tempo, na época mitológica do gênesis bíblico. Aqui as incertezas científicas são muito grandes para serem usadas como base de uma explicação, digamos, mais técnica.
(Quero salientar que o uso da palavra mitológica neste texto não é pejorativo, mas sim no sentido de histórias que envolvem uma força natural ou divindade para poder explicar os acontecimentos).

Vejamos o que descreve o gênesis bíblico: Canaã (atual Palestina) pertencia aos cananeus (descendentes de Cam, filho de Noé – aquele que construiu a arca).

Os hebreus, que eram um povo nômade liderados por Abrão (semita da Mesopotâmia – hoje Iraque, descendente de Sem, outro filho de Noé), invadiram Canaã porque, segundo Abrão, aquela era a terra prometida por Deus.

Até aí, tudo bem, a não ser o fato de que Abrão é pai de dois povos: dos árabes, através de seu filho Ismael, já que ele se relacionou com Hagar (serva egípcia do casal, que foi oferecida por sua esposa por esta ser estéril); e dos judeus, através de Isaque, seu filho com Sara, quando esta não era mais estéril.

Devido à uma grande seca na Palestina, os judeus deixam o local e vão para o Egito, ou seja, abandonam Canaã. Depois de 400 anos, liderados por Moisés (aquele que abriu o Mar Vermelho) e Josué (líder da invasão), apoderam-se da Terra Prometida (que era habitada por vários povos, inclusive os hoje denominados árabes) e reconsquistam o local.

Fim da Era Mitológica, tire aqui as suas conclusões…

Na época de Jesus, os judeus já haviam realizado a primeira diáspora (em 586 a.C., quando Nabucodonosor II, liderando a Babilônia, invadiu o Reino de Judá) e em 70 d.C., quando os romanos destruiram Jerusalém, acontece a segunda diáspora.

Em 1453 o Império Turco-Otomano, potência muçulmana, derruba o Império Bizantino e acaba liderando a Palestina por 461 anos, ou seja, até a Primeira Guerra Mundial, fato este que desencadeia a sua queda. O Império Britânico assume a liderança do local onde continua vivendo o povo árabe (a diáspora judaica ainda não terminou…)

Ao perceber a volta, ainda que lenta, dos judeus aos guetos de Jerusalém, os britânicos começam a perceber o tamanho da “bomba” que possuem em suas mãos e, por isso, passam a liderança do local à ONU.

Finalmente, em 1948, a ONU cria o Estado de Israel dando fim à diáspora e reiniciando o confronto que presenciamos em nossos dias.

Fim da História Contemporânea, tire as suas conclusões…

__________________________________________________________

Observação do Autor do Texto:

O que escrevi aqui, nada mais é do que um resumo do resumo da história. A complexidade do fato é tão grande, que os cananeus (verdadeiros donos da Palestina, segundo o meu ponto de vista) nem existem mais. Depois, o abandono das terras pelos judeus, a invasão babilônica, a romana, a bizantina, a otomana, fazem do fato um pepino histórico até hoje insolúvel. Mesmo assim, reforço: tire você as suas próprias conclusões.

Deixe um comentário

Filed under Mundo