Tag Archives: Taubaté

Peixoto fez contrato ‘de boca’ com Acert

Fonte: O Vale

A empresa Acert Serviços Administrativos, pivô do pedido de cassação do prefeito Roberto Peixoto (PMDB) prestou serviços ao governo de Taubaté por três meses em 2009 sem qualquer contrato formal. A atuação fantasma ocorreu entre junho e setembro de 2009, período em que o contrato vigente expirou e foi prorrogado informalmente ao custo mensal de R$ 278 mil.
A Acert era responsável pelo gerenciamento e distribuição de remédios à rede pública. O contrato com a prefeitura foi firmado em dezembro de 2008, sem licitação, por seis meses, por R$ 1,6 milhão. O tempo seria necessário para que a prefeitura elaborasse a licitação do serviço.
Para o Ministério Público, que investigou o caso, o governo fez, propositalmente, um edital falho, com o objetivo de que a licitação fosse impugnada para que o contrato com a Acert pudesse ser prorrogado, o que acabou ocorrendo.
A prefeitura e a Acert negam a irregularidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Filed under Brasil, Cotidiano

As Polêmicas do Prefeito de Taubaté

Roberto Peixoto tem sido alvo de críticas e protestos em Taubaté.

O prefeito é acusado de supostas compras superfaturadas, pela falta de coleta de lixo, falta de estrutura no Pronto-Socorro, alto índice de violência no município, entre outros.

No dia 7 maio um grupo protestou na praça Dom Epaminondas, Taubaté. A mobilização foi agendada a partir da rede social na internet ‘Taubaté de Peixoto’, criado pela ONG Transparência Taubaté, que fez o levantamento das compras e apontou superfaturamento.

Confira abaixo as principais reivindicações:

Ovos de ouro
A prefeitura comprou da Alexandre Carolino uma dúzia de ovos por R$ 78, uma caixa de bombons por R$ 200, uma caixa de chá por R$ 75 e biscoitos por R$ 195, de acordo com dados oficiais. O governo e a empresa afirmam que houve erro de digitação nos dados

Lixo
A falta de coleta é alvo de reclamações. As razões seriam: escassez de funcionários, corte de pagamento de horas extras e sucateamento da frota. A prometida terceirização vai ficar para 2012, devido a falta de orçamento em 2011.

Saúde
Taubaté vive novamente este ano uma epidemia de dengue, com mais de 2.000 casos confirmados da doença. Falta de infraestrutura no Pronto-socorro e atraso no AME (Ambulatório Médico de Especialidades) também são criticados.

Bom, agora é só esperar pra ver no que vai dar!!!

Deixe um comentário

Filed under Brasil, Cotidiano

Asfalto cede e complica acesso de funcionários à fábrica em Taubaté

Um trecho da Avenida Dom Pedro, que fica no bairro Piracangaguá II, em Taubaté, cedeu na última terça-feira (4) devido às constantes chuvas na região. Sob o asfalto passa uma tubulação que cedeu, interrompendo a via de acesso.

Essa avenida é o único acesso à fábrica de componentes eletrônicos LG. Agora, os empregados precisam caminhar por mais de um quilômetro para ter acesso aos ônibus da empresa.

As fotos foram enviadas por um morador do bairro.

A prefeitura já está com máquinas no local. O trecho foi interditado por ser intransitável. A previsão para o término das obras é de no máximo 60 dias. Está sendo negociado entre NovaDutra, LG e a prefeitura de Taubaté um acesso provisório que será determinado nesta segunda-feira (10).

Credito: Divulgação

http://www.vnews.com.br/noticia.php?id=87740

Deixe um comentário

Filed under Brasil, Cotidiano

Incêndio destrói mata às margens da Dutra

Incêncio avança em direção a uma fábrica de eletrônicos em Taubaté

Um incêndio ocorreu nos dias 25 e 26 de agosto destruindo uma área de aproximadamente 24 hectares entre a Via Dutra e a Carvalho Pinto.

O fogo que começou por volta das 11h, rapidamente se alastrou chegando próximo da empresa LG Electronics, que fica no distrito de Piracangaguá, Taubaté. Segundo o líder de brigada de incêndio Júlio Silva, a equipe de segurança da fábrica enviou 15 brigadistas para a mata. “Como as chamas aumentaram muito, por volta das 17h pedimos auxílio técnico ao Corpo de Bombeiros e movimentamos ainda mais brigadistas ao local”, declarou.

Cerca de 70 pessoas, entre brigadistas e funcionários da empresa, além dos 8 bombeiros, levaram mais de 5 horas para controlar e apagar as chamas utilizando o equipamento da própria empresa.

No dia 26 o incêndio voltou a acontecer em menores proporções. Dez brigadistas apagaram o fogo em meia hora de combate e novamente ninguém se feriu.

De acordo com o site Vnews (www.vnews.com.br), nesse período de estiagem, o Corpo de Bombeiros atende uma média de quatro ocorrências de fogo em mato por dia.

1 Comentário

Filed under Cotidiano